19º CONGRESSO PORTUGUÊS DE ARTE-TERAPIA | PSICOTERAPIA

 

A arte em educação e terapia: em prol do progresso pessoal

https://gulbenkian.pt

20 e 21 Outubro 2018

Lisboa . Fundação Calouste Gulbenkian

 

Destinatários Todos os profissionais e público em geral interessados na Arte-Terapia/Psicoterapia

 

http://www.cfantoniosergio.edu.pt/

ACREDITAÇÃO PARA DOCENTES:
Em parceria com o Centro de Formação de Escolas António Sérgio, em Lisboa,  o Congresso foi acreditado pelo CCPFC para efeitos de progressão na carreira docente com 0,6 créditos para educadores de infância, professores dos ensino básico e secundário e docentes de educação especial.

PSICÓLOGOS ESCOLARES:
Acreditação para PSICÓLOGOS ESCOLARES junto da DGAE – Em parceria com o Centro de Formação de Escolas António Sérgio.
Exclusivo para docentes e psicólogos escolares que atuam profissionalmente em Portugal.

http://www.insea.org/

 


Parceria com InSEA |
 International Society for Education Through Art

 

 

Ficha de inscrição_AQUI

http://www.jf-alvalade.pt/

 

 

PROGRAMA_AQUI

 

PROGRAMA DOS WORKSHOPS_AQUI

 

JANTAR DO CONGRESSO_ AQUI

 

Apresentação

Os Congressos anuais da Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia iniciaram-se em 2000. Cruzaram-se com vários Congressos Internacionais, Congressos Luso-Brasileiros e Encontros de Lisboa com a SIPE (Sociedade Internacional de Psicopatologia da Expressão e Arte- Terapia). No decurso desta longa caminhada construiu-se ciência, na medida das reflexões e apresentações de campo, na área da investigação não formal, contribuindo-se para a formação, informação e debate interdisciplinar nas áreas da Saúde Mental à Exclusão Social, e focando populações diversas desde as crianças aos idosos.

 

Estabelecendo a ponte entre duas áreas afins, o congresso deste ano pretende conjugar a Arte-Terapia e a Arte-Educação.

 

Na sua origem, em particular nos EUA, a Arte-Terapia emergiu de instituições de ensino. As pioneiras Margareth Namburg e Edith Kramer eram educadoras artísticas, tendo sinalizado o potencial terapêutico e educativo das artes na intervenção com crianças. A partir destas referências disseminou-se a validade da Arte-Terapia por estabelecimentos de ensino, em todo o mundo. Em Portugal, houve já diversas intervenções pioneiras de Arte-Terapia em escolas  que tornaram evidente a sua validade nesta área. Tal enquadra-se numa tradição em Portugal que estabelece pontes sólidas entre a Arte Educação e a Arte-Terapia. Dessa tradição é de realçar a influência do Dr. João dos Santos que desenvolveu o conceito da Pedagogia Terapêutica.

 

A partir das referências enunciadas é possível credibilizar e validar como as artes aplicadas e desenvolvidas em contexto pedagógico podem ganhar um cunho e um potencial terapêutico. Deste modo dois paradigmas aparentemente distintos, o terapêutico e o pedagógico tornam-se convergentes, sendo conferida uma dimensão extra ao ensino, enquanto oportunidade de progresso pessoal. Este ficará então empossado pelas competências adquiridas pela aprendizagem formal e também pela oportunidade de experiência corretiva, ou seja promoção da mudança pessoal num contexto propiciador da construção salutar da personalidade. Tal é precisamente a vocação essencial da Arte-Terapia: a utilização das artes para através de um contexto relacional construtivo predispor à ativação da criatividade colocada ao serviço da aquisição de aprendizados significativos.

 

No sentido de melhor se compreenderem as implicações, especificidades e entrecruzamento das Artes em Educação e Terapia propõem-se como áreas de reflexão neste congresso:

 

– A Arte no desenvolvimento de si mesmo;

– Arte-Educação, Educação Artística e Pedagogia Terapêutica;

– Arte-Terapia em prol do progresso pessoal;

– Arte-Psicoterapia: aprender pela vivência artística significativa.

 

 

Ruy de Carvalho
Presidente da SPAT

 

 

3º Congresso Internacional de Arte-Terapia

A única formação de arte-terapeutas e arte-psicoterapeutas de Portugal

Veja as imagens das nossas atividades ;)