Historial

 

A SPAT foi criada em 1996, na sequência do trabalho desenvolvido por um Núcleo de Investigação organizado em 1994.

 

Tem como membros fundadores: Dr. João de Azevedo e Silva, Psiquiatra, Grupanalista e Psicanalista, Presidente do Conselho Científico; Dr. Ruy de Carvalho, Médico, Arte-Psicoterapeuta e com formação grupanalítica, Vice-Presidente do Conselho Científico (organizador da estrutura da SPAT), Dra. Helena Correia, Psiquiatra, Arte-Psicoterapeuta e com formação grupanalítica.

Integra ainda o Conselho Científico, o Dr. Joaquim Custódio, Psiquiatra, Arte-Psicoterapeuta, com formação grupanalítica e Master de Sofrologia e a Dra. Susana Catarino, Psicóloga e Arte-Psicoterapeuta. Os Membros fundadores da SPAT são psicoterapeutas com mais de 10 anos de prática significando mais de 10000 horas de intervenção clínica).

 

Ao longo da sua existência a SPAT tem tido um desempenho dinâmico em diversas vertentes, seja formativa, de divulgação, investigação e clínica.

Tem-se organizado anualmente formações de Arte-Terapeutas e Arte-Psicoterapeutas, tendo no total frequentado a formação regular mais de uma centena de formandos. A partir de 2006 a SPAT realiza formações de Arte-Terapia também no Porto. Em 2009 realiza a primeira Pós-Graduação em Arte-Terapia na Universidade da Madeira.

 

Desde 2000 que organizamos anualmente um Congresso Português de Arte-Terapia, nos quais participam cerca de 200 profissionais de diversas áreas. Nessas iniciativas da SPAT têm participado dezenas de Arte-Terapeutas estrangeiros dos quais se destacam personalidades como Dr. Guy Roux (Presidente da SIPE-AT, França), Dr. R. Pandelon (Secretário das Relações Exteriores da S.I.P.E., França), Professora Drª Diane Waller (Vice-Presidente da S.I.P.E., Inglaterra), Drª Carolina Case (Inglaterra) Jennifer Mackewenn (Inglaterra), Professor Hartmut Kapteina (Alemanha), Professora Doutora Selma Ciornai (São Paulo, Brasil), Mestre Drª Ângela Philippini (Rio de Janeiro, Brasil), Drª Otília Rosângela Souza (Belo Horizonte, Brasil), entre muitas outras.
Efetuamos vários contactos internacionais, com representação em eventos em Inglaterra, França e Brasil. Destes resultou o reconhecimento, por parte de vários profissionais da área, nomeadamente Gerry McNeilly (arte-terapeuta e grupanalista em Inglaterra, criador do modelo de Arte-Terapia Grupanalítica), que é atualmente Membro Honorário e Titular da SPAT.

Ainda, a SPAT é associada da Sociedade Internacional de Psicopatologia da Expressão e Arte-Terapia e é uma entidade formadora reconhecida pela DGERT.
Em Portugal são efetuados constantemente contatos com diversas instituições  e profissionais de áreas afins, a partir dos quais a SPAT participa em variados eventos científicos, estabelece protocolos de parceria e colaboração, bem como abre campos de atuação para os Arte-Terapeuta e Arte-Psicoterapeutas atuarem profissionalmente.

 

 

A SPAT é pioneira, no Continente e na Madeira, na intervenção institucional com doentes de evolução prolongada e outros, de que resultaram protocolos com as seguintes instituições:

  

Grande Lisboa

 

 

 Algarve

 

 

 Grande Porto

 

 

Madeira

 

 

 

Direção:

Presidente: Ruy de Carvalho

1º Vice-Presidente: Joaquim Custódio

2º Vice-Presidente: Natacha Mascarenhas

Secretária: Francisca Vaz Pires

Tesoureira: Daniela Martins

Suplente: Andreia Carvalho

 

Conselho Científico:

Ruy de Carvalho – Médico, Presidente da Direção e Coordenador Científico

João de Azevedo e Silva – Psiquiatra, Presidente de honra

Joaquim Custódio – Psiquiatra, Vice­-Presidente e Coordenador Pedagógico

Susana Morgado Catarino – Psicóloga e Orientadora da formação

 

 

 

HISTÓRICO DA SPAT

A ARTE DE SONHAR SER – UMA PERSPECTIVA DA ARTE-TERAPIA EM PORTUGAL

 

1. Génesis
– Inicio da década de 1990 – Primeiras intervenções de Arte-Terapia no Hospital Miguel Bombarda e em contexto privado
– 1995 – Núcleo de investigação em Arte-Terapia Integrativa
– 1997 – Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia

 

2. Iniciativas da SPAT
– Convite a diversas individualidades estrangeiras de renome, para colaborarem com a SPAT:
Jennifer Mackwem (UK), Gerry McNeilly (UK), Diane Waller (UK), Caroline Case (UK); Guy Roux (FR – SIPE), René Pandelon (FR – SIPE) , Jean Luc-Sudres (FR – SIPE), Angela Philippini (BR, Clínica Pomar, RJ), Otília Rosângela Sousa (BR, UBAAT), Arimar Ferreira (BR, SBA), Hartrunt Kapteine (D), Judy Rubin (USA, AATA), Irene Jakab (USA), Istvan Hardi (Hungria), Jean Paul Mathieu (França), Jin Sook Kim (Coreia), Laurent Schmitt (França), Lianna Prinov (Grécia), Lony Schiltz (Luxembrugo), Svitlana Vardevanian (Ucrânia), Yasukiro Yamanka (Japão) e Vladimir Gavrilov (Rússia).

 

– Contactos internacionais e participação em eventos internacionais
– Encontros de Arte-Terapia de Birmimgham, 1998
– Congresso Brasileiro de Arte-Terapia, Minas Gerais, Brasil, 2002
– Encontros internacionais da SIPE, Pau, França, 2002
– Congressos Internacionais da AFRATAPEM, Tour, França, 2006 e 2009
– Congresso Internacional da SIPEAT, Belfast, Irlanda, 2006
– Congresso Lusobrasileiro de Arteterapia, Minas Gerais, Brasil, 2011
– Congresso Lusobrasileiro de Arte-Terapia, Rio de Janeiro, Brasil, 2015

 

3. Ligações internacionais
– Adesão à Sociedade Internacional de Psicopatologia da Expressão e Arte-Terapia (SIPE) – 2001
– Vice-Presidência da SIPE empossada por Ruy de Carvalho em 2006
– Protocolo de cooperação com a Sociedade Brasileira de Arte-Terapia – 2008
– Parceria com a União Brasileira de Associações de Arteterapia (congrega mais de 2000 arte-terapeutas) – 2010
-Protocolo de cooperação com o Ateliê Docente – Bahia, Brasil – 2016

 

4. Actividades de promoção e divulgação da Arte-Terapia

Workshops e Cursos
– Workshops de sensibilização à Arte-Terapia
– Workshops sobre áreas diversas que contribuem à Arte-Terapia (Dançaterapia, Psicodrama, Dramaterapia, Musicoterapia, Tabuleiros de Areia, etc.)
– Workshops Temáticos
– Cursos breves e Cursos Avançados de Arte-Terapia
– Sessões Científicas com temas diversos e afins à Arte-Terapia
– Actividades diversas realizadas por profissionais nacionais e estrangeiros.

 

Congresso Nacional/Português de Arte-Terapia
2000 – I Congresso Nacional de Arte-Terapia –“Génesis”, IPJ, Lisboa.
2001 – II Congresso nacional de Arte-Terapia e I Congresso Internacional de Arte-Psicote-rapia e Psiquiatria – “A Arte de Sonhar Ser”, Fórum Lisboa.
2002 – III Congresso Nacional de Arte-Terapia – “A Arte de Crescer – Arte-Terapia, Infância e Adolescência”, IPJ, Lisboa.
2003 – IV Congresso Nacional de Arte-Terapia – “Arte e Psicose – Um Lugar ao Sol para Todos”, IPJ, Lisboa.
2004 – V Congresso Nacional de Arte-Terapia – “Arte e Exclusão – Fado Nosso e dos Outros”, IPJ, Parque das Nações.
2005 – VI Congresso Nacional de Arte-Terapia e I Encontro da Sociedade Internacional de Psicopatologia da Expressão e Arte-Terapia em Lisboa – “Arte-Terapia, Identidade e Alteridade”, IPJ, Lisboa.
2006 – VII Congresso Português de Arte-Terapia – “Aplicações Clínicas da Arte-Psicoterapia”, IPJ, Lisboa.
2007 – VIII Congresso Português de Arte-Terapia e I Encontro de Lisboa da SIPE – “Arte-Terapia e Criatividade: Aplicações Institucionais”.
2008 – IX Congresso Português de Arte-Terapia – Encontro de Arte-Terapia e Arte-Educação e III Encontro Luso-Brasileiro de Arte-Terapia – “Arte, Terapia e Educação”, Fundação da Juventude, Porto (organizado em conjunto com a Associação de Professores de Expressão e Comunicação Visual).
2009 – X Congresso Português de Arte-Terapia e XIX Congresso Internacional da SIPE – “Novos Mundos”, IPJ, Lisboa.
2010 – XI Congresso Português de Arte-Terapia – Artes Integradas em Terapia e Educação, IPJ, Lisboa.
2011 – XII Congresso Português de Arte-Terapia – CRIAÇÃO E CRIADORES – ARTES E INTERVENÇÕES CRIATIVAS
2012 – XII Congresso Português de Arte-Terapia – Arte, Comunicação e Desenvolvimento
2013 – XIV Congresso Português de Arte-Terapia- Arte, mito e relacionamento – Fundação Calouste Gulbenkian, Lisboa
2014 – XV Congresso Português de Arte-Terapia – CRESCER COM ARTE – Centro Cultural de Cascais.
2015 – XVI Congresso Português de Arte-Terapia – 1º CONGRESSO PORTUGUÊS INTER-PSICOTERAPIAS – O Estado da Arte – As Psicoterapias em Portugal –
Fundação Calouste Gulbenkian

 

Cursos organizados pela SPAT
Entre vários, destacam-se os Cursos realizados em parceria com o Instituto Superior de Psicologia Aplicada – ISPA:
– Curso de Introdução à Arte-Terapia
– Curso Avançado de Arte-Terapia
– Curso Avançado de Criatividade em Arte-Terapia
– Curso de Artes e Jogos em Terapia e Educação
– Curso de Artes-Terapias
– Curso de Mediações Criativas

 

Realizados na Sede da SPAT
– Curso Primaveril de Terapias Mediadas
– Cursos de Formação Artística, orientados pelo Professor Eurico Gonçalves
– Curso de Arte-Terapia com Crianças

 

Participação em eventos de outras organizações
A SPAT tem-se procurado desmultiplicar cooperando e intervindo e eventos de outras organizações como:
– Congressos do Espaço T – Porto
– Mestrado em Educação Artística, da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa
– Escola Superior de Educação de Torres Vedras
– Universidade Moderna do Porto
– Departamento de Acção Social-Cultural da Câmara Municipal de Vila Franca de Xira
– Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade de Coimbra
– Hospital Júlio de Matos
– Hospital Miguel Bombarda
– Curso de Arte-Terapia na Psimar, Faro.

 

5. Formação
Desde 1997 que a SPAT organiza em Lisboa a formação especializada de Arte-Terapia e Arte-Psicoterapia.

Em 2002 a SPAT passa ser uma entidade acreditada pela DGERT e em 2015 obtém a certificação.

 

– Em 2006 iniciou-se a formação de Arte-Terapeutas no Porto, em colaboração com a APECV. A partir de 2014 efetuou-se um protocolo com o Centro de Formação Avançada Comenius e passa a realizar a formação na sua sede.

Realizou-se em 2009 a Pós-Graduação em Arte-Terapia na Universidade da Madeira, em 2009.

 

6. Membros da SPAT
Actualmente a SPAT conta com cerca de 100 membros, que são Arte-Terapeutas e Arte-Psicoterapeutas que realizaram a sua formação.

Recentemente foi ativado o título de Membro Consultor, que permite que qualquer pessoa se possa associar à SPAT, em regime de consulta, beneficiando das regalias genéricas de membro.

Os Membros Honorários da SPAT são individualidades de reconhecido mérito nacional e internacional, pela sua acção nas áreas da Arte-Terapia, Saúde Mental e Artes.

 

7. Programa Social de Arte-Terapia
A ação dos membros da SPAT tem-se pautado por uma preocupação humanitária de ajudar e contribuir para o bem-estar de indivíduos carenciados.

No âmbito do PROGRAMA SOCIAL DE ARTE-TERAPIA, os arte-terapeutas da SPAT têm desenvolvido várias dezenas de intervenções institucionais a título de voluntariado, de que têm beneficiado centenas de indivíduos para muitos dos quais estas iniciativas constituíram uma mais valia para a sua recuperação e ligação à vida.

Numa outra vertente do PROGRAMA SOCIAL DE ARTE-TERAPIA tem-se possibilitado tratamentos de Arte-Psicoterapia, destinados a pessoas comuns com todos os tipos de perturbações psicológicas, a custos reduzidos.

Sendo a Arte-Terapia uma técnica eficaz para alcançar o equilíbrio psicológico, tencionamos ao intervir nas comunidades carenciadas, tornar este método acessível a indivíduos que de outro modo perderiam uma possibilidade de transformação e desenvolvimento pessoal.

 

 

 

3º Congresso Internacional de Arte-Terapia

A única formação de arte-terapeutas e arte-psicoterapeutas de Portugal

Veja as imagens das nossas atividades ;)