Arte-Terapeuta – Nível 1

Partilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Formação de Arte-Terapeutas – Nível I

A ÚNICA FORMAÇÃO DE ARTE-TERAPEUTAS EM PORTUGAL COM HABILITAÇÃO PARA A PRÁTICA DE ARTE-TERAPIA

Formação com quem entende realmente de Arte-Terapia! Experiência de 20 anos de formação.
Toda feita e coordenada por Arte-Psicoterapeutas membros da Sociedade Portuguesa de Arte-Terapia

VANTAGENS DA FORMAÇÃO DA SPAT:
– Trabalhamos com as artes integradas: artes plásticas, expressão musical, expressão corporal, expressão dramática, jogos lúdicos, entre outras…
– Aplicação da Arte-Terapia a diversas populações, indivíduos e contextos, diferenciando os modos de intervenção e os parâmetros de acordo com as necessidades apresentadas.
– Competências e ferramentas arte-terapêuticas direcionadas às áreas de EDUCAÇÃO, ARTES, PSICOLOGIA, CIÊNCIAS SOCIAIS, TERAPIA OCUPACIONAL, etc.
– Conhecer e saber aplicar os recursos técnicos artísticos a cada população.
– Desenvolvimento pessoal criativo.

DESTINATÁRIOS
Profissionais e estudantes (com Licenciatura) das áreas de Psicologia, Artes/Design, Sociologia, Assistência Social, Educação, Enfermagem, Medicina, Animação Cultural, Terapia Ocupacional, etc.

ADMISSÃO
Marcar e realizar 2 entrevistas de admissão com Membros do Conselho Científico – Até 30 de novembro. Após a admissão efetivar a inscrição (até 15 de janeiro), adquirindo o título de Membro Aderente da SPAT, em formação. As entrevistas são honoradas.

– As entrevistas de admissão já podem ser realizadas!

PARA MARCAR ENTREVISTAS:
Enviar um currículo vitae para o email spat.pt@gmail.com e aguardar a resposta pela mesma via.

INÍCIO DA FORMAÇÃO
O ano de formação (Bloco Teórico-Prático) inicia-se em FEVEREIRO e termina em JANEIRO do ano seguinte, com férias em AGOSTO.

ESTRUTURA DA FORMAÇÃO

 O Nível I é realizado em cerca de 3 anos

1º Bloco - 1 ano - Teórico-Prático

– Formação Teórico-Prática (cerca de 205 h)
– Arte-Psicoterapia Didática pessoal (53 sessões semanais)

2º Bloco - cerca de 2 anos - Clínico-Didático

– Orientação de um Grupo Institucional de Arte-Terapia/Estágio (100 horas)

– Supervisão Didática (53 sessões)

HABILITAÇÃO
– O Nível I certifica a Arte-Terapeuta Institucional, sob supervisão e a Membro Aderente da SPAT.
– O Certificado é emitido pela plataforma oficial do Governo Português SIGO.
– A livre prática de Arte-Terapia (sem supervisão) é concedida após a conclusão dos parâmetros do Nível I(+) – que acresce 1200 horas de formação.

OBJETIVOS GERAIS
– Adquirir o perfil de um Arte-Terapeuta.
– Apreender a teoria e a técnica da Arte-Terapia e aplicá-la numa população conforme as suas necessidades pessoais e criativas.
– Estimular e desenvolver o auto-conhecimento, o imaginário e a criatividade através das Artes-Integradas (artes plásticas, música, dança, drama, jogos, etc).

HORÁRIOS
As sessões de formação são realizadas em 2 vertentes: online e presencial. 

  • A formação online acontece num dia útil por semana (terças ou quintas-feiras) das 19h30 às 21h30.
  • A formação presencial realização num sábado por mês, das 10h00 às 19:30.
  • Nos meses de fevereiro e setembro haverá também 1 fim de semana de formação presencial das 10h00 às 19h30.

 

PROGRAMA DO 1º BLOCO

Teórico / Prático

Grupos de Reflexão - 80 h

Terão como finalidade a aprendizagem teórico-clínica do Modelo Polimórfico de Arte-Terapia, o qual integra conhecimentos de várias correntes teóricas, como a Psicanálise, a Grupanálise e as Teorias Humanísticas.

Modelo Polimórfico de Arte-Terapia – Seminários:

– Contributos da Arte para a Arte-Terapia
– Introdução ao Modelo Polimórfico de Arte-Terapia
– Arte-Terapia Vivencial
– Arte-Terapia Temática
– Arte-Psicoterapia Intensiva
– Arte-Psicoterapia Diagenésica
– Psicopatologia da Arte
– O Processo Criativo

Ateliers de Arte-Terapia Vivencial – 27 h

Destinam-se à criação dum espaço lúdico-expressivo de grupo, possibilitando o desenvolvimento do imaginário, da criatividade e de formas particulares de expressão, bem como a aprendizagem das especificidades dos recursos técnicos artísticos e da Arte-Terapia Vivencial.

Recursos artísticos aplicados:

– Desenho e Pintura
– Modelagem em barro
– Expressão Musical
– Marionetas
– Expressão Dramática
– Expressão Corporal
– Origami
– Cadavre-exqui
– entre outros…

Grupos Experimentais temáticos – 45 h

Destinam-se à investigação pessoal e sensibilização ao uso das artes como forma de expressão de afectos, contribuindo para o desenvolvimento da criatividade. Possibilitarão a aprendizagem do modelo técnico da Arte-Terapia Temática e a modelação do perfil de Arte-Terapeuta. São grupos de cariz exploratório e/ou de sensibilização, em que embora possa advir um aumento do insight emocional.

Temas desenvolvidos:

– O conhecimento de nós próprios num grupo de arte
– As imagens do Self
– Imagens do Self e do outro
– Imagens do Self num mundo de lugares e coisas
– O prazer emocional na criação artística
– A dor emocional: perda e luto
– Simbiose e separação na criação artística
– Histórias da minha vida
– A natureza e as estações do ano: ciclicidade e transformações

Oficina de Artes Plásticas – 8 h

Pretende-se que o formando desenvolva competências criativas a partir das técnicas inspiradoras e de conceitos da Arte Contemporânea:

– Introdução à arte contemporânea
– Aspectos da construção de um objeto de arte
– Vídeo, fotografia e escrita

Workshops Temáticos - 32 h

Destinam-se à sensibilização para a Arte-Terapia e aprendizagem do seu modelo teórico-prático. São estruturados a partir de uma história que servirá de base para a exploração de dinâmicas internas. Estão vocacionados para o desenvolvimento Criativo e Integral do formando, ou seja, para que desenvolva o seu conhecimento pessoal e criativo em três áreas do Si Mesmo (Self): Transcendente, Psíquica e Somática.

São realizados 2 por ano, com 16 horas cada.

ARTE-PSICOTERAPIA DIDÁTICA PESSOAL
(Obrigatória para certificação e frequência na formação)

Com periodicidade mínima semanal, destina-se à aprendizagem e interiorização do modelo e procedimentos da Arte-Terapia, bem como para o desenvolvimento pessoal e da capacidade de introspecção (insight), através das artes. Deve-se realizar o mínimo de 53 sessões.
Será efetivada com um Arte-Psicoterapeuta Didáta, Membro do Conselho Científico da SPAT.

AVALIAÇÃO

1. Presencial – Sendo a avaliação presencial será necessária a frequência mínima de 90% das horas totais de formação. Para a aprovação em cada módulo será necessária a frequência mínima de ¾ do mesmo.

2. Teórica – Elaboração de um questionário de avaliação de conhecimentos a cada módulo.

3. Contínua – Avaliação efetuada a cada sessão tendo em conta cinco parâmetros:
a) Pontualidade e permanência; b) Capacidade expressiva, criatividade, assertividade e nível de diferenciação;
c) Classificação do grupo como um todo; d) Contribuição pessoal e participação; e) Nível de conhecimentos.

 
PROGRAMA DO 2º BLOCO – CLÍNICO-DIDÁTICO

GRUPO INSTITUCIONAL DE ARTE-TERAPIA – (estágio institucional)
Após concluir os módulos do Bloco Teórico-Prático (1º Ano) e as 53 sessões de Arte-Psicoterapia Didática, o formando facilitará um grupo institucional de Arte-Terapia, que funcionará como um estágio. Este deverá ser organizado, numa instituição a escolha, mediante a população respetiva, com sessões semanais e com a duração mínima de 90 minutos. O grupo deverá ser orientado durante pelo menos 100 horas, sob supervisão de Membro Titular Didata da SPAT.
A sua organização deverá ser de acordo com os parâmetros dos modos de Arte-Terapia Vivencial ou Arte-Terapia Temática.

SUPERVISÃO
A supervisão pretende formar, acompanhar, orientar e esclarecer o formando, relativamente ao desenvolvimento dos  grupos institucionais de Arte-Terapia (estágio), desde antes de seu início.

O formando irá elaborar um Projeto de intervenção em Arte-Terapia e no final um relatório da atividade, integrados num trabalho de reflexão sobre Arte-Terapia.

Serão necessárias no mínimo 53 sessões de supervisão que serão efetuadas por um Arte-Psicoterapeuta Didata, Membro do Conselho Científico da SPAT.

Após ter completado os dois Blocos da formação do Nível I, ter obtido a validação da Supervisão e da Arte-Psicoterapia Didática, o formando receberá a aprovação final mediante a realização de duas entrevistas com Membros Didatas da SPAT, obtendo assim o Certificado de Arte-Terapeuta Institucional, sob Supervisão e o Certificado de Membro Aderente da SPAT.